Kurt Josef Waldheim

Este slideshow necessita de JavaScript.

Kurt Josef Waldheim (21 de Dezembro de 1918 – 14 de Junho de 2007) foi um diplomata e político austríaco. Waldheim foi o quarto Secretário-Geral das Nações Unidas, de 1972 a 1981, e o nono Presidente da Áustria, de 1986 a 1992. Nascido em Sankt Andrä-Wördern, uma vila perto de Viena. Seu pai era um inspetor de escola Católica de origem Tcheca. Waldheim serviu no Exército austríaco (1936-37) e participou da Academia Consular de Viena, onde se graduou em 1939. Um pouco depois da anexação da Áustria pela Alemanha em 1938, Waldheim ingressou como membro na Liga Alemã Nacional Socialista de Estudantes (NSDStB), uma divisão do partido nazista. Em 19 de Agosto de 1944, Waldheim casou-se em Vienna com Elisabeth Ritschel; a primeira filha do casal chamou-se Lieselotte, nascida no ano seguinte, em seguida nasce o filho Gerhard e a segunda filha Christa.

Carreira nas Nações Unidas

Depois de perder as eleições presidentais na Áustria, Waldheim foi eleito como sucessor de U-Thant para o cargo de Secretário-Geral, no mesmo ano. Como Secretário-Geral, Waldheim abriu e endereçou um grande número de conferências internacionais convocada sob os auspício das Nações Unidas. Entre elas se incluíram: a terceira sessão da Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (Santiago, Abril de 1972), a Conferência sobre o Meio-Ambiente Humano (Estocolmo, Junho de 1972), a terceira Conferência da ONU sobre a Lei dos Mares (Caracas, Junho de 1974), a Conferência sobre a População Mundial (Bucareste, Agosto de 1974) e a Conferência Mundial do Alimento (Roma, Novembro de 1974)

Entretanto, seus esforços diplomáticos, particularmente no Oriente-Médio foram ofuscados pela diplomacia do então Secretário de Estado dos EUA, Henry Kissinger.

Em 11 de Setembro de 1972 o ditador de Uganda Idi Amin enviou um telegrama a Waldheim, também enviado a Yasser Arafat e Golda Meir. No telegrama, Amin: “aplaudiu o massacre dos atletas israelitas em Munique, nos Jogos Olímpicos da Alemanha, como sendo o mais apropriado local para isso porque ali Hitler queimou mais de seis milhões de Judeus”. Amin também pediu “a expulsão de Israel das Nações Unidas e que todos os israelitas fossem enviados a Grã-Bretanha, culpada pela criação do estado de Israel.” Entre diversos protestos internacionais “o porta-voz das Nações Unidas disse que o Secretário Geral condena toda forma de discriminação racial e genocídio.”

Em 1973 Waldheim rejeitou o uso do Kippa Judeu durante uma visita ao Memorial Israelense do Holocausto.

Waldheim foi reeleito em 1976 com algumas oposições. Waldheim foi o primeiro Secretário-Geral a visitar a Korea do Norte, em 1979. Em 1980 Waldheim voou até o Irã numa tentativa de negociar a soltura de reféns americanos em Teerã, porém o Ayatollah Khomeini se recusou a vê-lo. Perto do final de seu segundo mandato como Secretário-Geral, Waldheim e Paul McCartney organizaram uma série de concertos para as pessoas de Kampuchea, para ajudar o Camboja na recuperação do dano feito por Pol Pot. A República Democrática da China vetou a candidatura de Waldheim para um terceiro mandato, e Waldheim foi sucessido por Javier Pérez de Cuéllar do Peru.

Links Externos:

http://www.un.org/Overview/SG/sg4bio.html

http://www.aeiou.at/aeiou.film.data.film/o430a.mpg

http://books.google.com/books?id=1OsiQQPAGPEC

Anúncios

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s