Primeiro Dia Internacional do Jazz (30/04)

Primeiro Dia Internacional do Jazz (30/04)

Em novembro de 2011, a Conferência Geral da Unesco proclamou 30 de abril como o primeiro “Dia Internacional de Jazz”. O Dia serve para sensibilizar a comunidade internacional das virtudes do jazz como uma ferramenta educacional e uma força de paz, unidade, diálogo e cooperação reforçada entre as pessoas. Muitos governos, organizações da sociedade civil, instituições educacionais, privadas e cidadãos engajados atualmente na divulgação da música jazz vão abraçar a maior oportunidade de promover a valorização não só da música, mas também a contribuição que pode prestar para a construção de sociedades mais inclusivas.

Por que o Dia Internacional do Jazz?

  • O Jazz quebra as barreiras e cria oportunidades para a compreensão mútua e a tolerância;
  • O Jazz é um vetor de liberdade de expressão;
  • O Jazz é um símbolo de unidade e de paz;
  • O Jazz reduz às tensões entre Indivíduos, grupos e comunidades;
  • O Jazz promove Igualdade de Gênero;
  • O Jazz reforça o papel da juventude na transformação social;
  • O Jazz incentiva a inovação artística, a improvisação, novas formas de expressão, e a inclusão de formas musicais tradicionais em novas;
  • O Jazz instimula o diálogo intercultural e dá poder aos jovens marginalizados de sociedades marginalizadas.

Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional de Jazz em 30 de abril de 2012

“Martin Luther King Jr. disse certa vez que o “Jazz fala para a vida.” Este é o espírito do primeiro Dia Internacional do Jazz.

O Jazz tem desafiado quase todas as tentativas de definição. O crítico musical John Fordham pode ter capturado o melhor quando descreveu a música de Miles Davis como “o som da batida do coração, a respiração ofegante, o sorriso súbito.”

O Jazz é a música de criatividade sem limites. Composição de mistura e improvisação, formal e informal em si mesmo, ele se renova cada vez que é tocado. Nascido nos Estados Unidos, o jazz pertence ao mundo. Enraizado nas tradições africanas e desenhado em formas musicais europeias, tomou novas formas em culturas de todo o mundo. O Jazz aproveita ao máximo a diversidade do mundo, facilmente atravessa as fronteiras e aproxima as pessoas.

O Jazz tem sido uma força para a transformação social positiva ao longo de sua história, e permanece assim até hoje. É por isso que a UNESCO criou o Dia Internacional do Jazz. Com raízes na escravidão, essa música tem uma voz apaixonada levantada contra todas as formas de opressão. Ela fala uma linguagem de liberdade que é significativa para todas as culturas. Os mesmos são os guias da UNESCO nos esforços para construir pontes de diálogo e compreensão entre todas as culturas e sociedades. Trabalhamos com os governos e as sociedades e também com artistas, incluindo Herbie Hancock, Embaixadora da Boa Vontade da UNESCO. Promover o máximo da diversidade cultural é uma tarefa que todos nós compartilhamos.

É por isso que este Primeiro Dia Internacional do Jazz será comemorado com shows em todo o mundo, a partir de Muscat para Moscou, Yerevan à Havana, Paris e Nova York e Nova Orleans. Cada um destes concertos vai mostrar o poder do jazz para melhorar a dignidade humana, respeito e paz. Cada um é o momento de compartilhar as maravilhas que vêm com o som da batida do coração que pula, a respiração ofegante, o sorriso súbito.

O Jazz conecta pessoas, culturas e o mundo. Esta é a nossa mensagem.”

Irina Bokova

Link Oficial:

http://www.un.org/en/events/jazzday/unescomessage_2012.shtml

Anúncios

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s