Dia Mundial do Refugiado – 20/06

Dia Mundial do Refugiado – 20/06

Durante anos, muitos países e regiões têm mantido seus próprios dias dos Refugiados  e até mesmo semanas. Um dos mais difundidos é o Dia dos Refugiados da África, que é comemorado em 20 de Junho em vários países. A Assembleia Geral da ONU, em 04 de dezembro de 2000, aprovou a resolução 55/76, onde observou que 2001 marcará o 50 º aniversário da Convenção de 1951 relativa ao Estatuto dos Refugiados, e que a Organização de Unidade Africana (OUA) havia concordado em ter um Dia Internacional de Refugiados coincidindo com o Dia Africano de Refugiados em 20 de Junho A Assembleia Geral decidiu que, a partir de 2001, 20 de Junho seria celebrado como o Dia Mundial do Refugiado. Este ano, a agência de refugiados da ONU (ACNUR), em seus 60 anos, marcará o Dia Mundial do Refugiado, com um programa rico e variado de eventos em todo o mundo e com o lançamento de uma nova campanha de consciência global. O ACNUR vai iniciar a campanha “One” na próxima semana. Durante os próximos seis meses, irá aumentar a consciência sobre as forças deslocadas e dos apátridas, contando suas poderosas histórias pessoais. A campanha irá levar a mensagem de que “um refugiado sem esperança é demais.” Todos os dias, milhões de refugiados lidam com o homicídio, estupro e terror. Acreditamos que mesmo um já é demais.

Mensagem do Secretário-Geral para 2011

“Este ano marca o sexagésimo aniversário da Convenção dos Refugiados de 1951. Faz também 60 anos desde que o ACNUR, a agência de refugiados das Nações Unidas, foi criada. Nesse tempo, o trabalho de ajudar os refugiados do mundo e outras pessoas deslocadas à força nem diminuiu nem se tornou mais fácil. Naquela época, como agora, a principal causa do deslocamento é a guerra. Os conflitos prolongados ou de instabilidade em lugares como a Somália, Iraque ou no Afeganistão, e as crises se desdobrando no norte da África e do Oriente Médio, estão entre os contribuintes para a população mundial atual de quase 44 milhões de pessoas deslocadas à força.
Mas, no mundo de hoje, as razões para o deslocamento são mais diversificados. Onde tradicionalmente o ACNUR seria chamado a apoiar as pessoas fugindo de conflitos ou perseguições, hoje, as pessoas estão cada vez mais fugindo de suas casas por causa da extrema pobreza, degradação ambiental, mudança climática e da inter-relação crescente e complexa entre esses fatores e conflitos. O fardo de ajudar as pessoas deslocadas à força do mundo é tremendamente desigual. Os países pobres contém pessoas muito mais deslocadas do que os mais ricos. Enquanto o sentimento anti-refugiados é mais ouvido nos países industrializados, as nações em desenvolvimento contém 80 por cento dos refugiados do mundo. Esta situação exige uma solução equitativa.Ninguém quer se tornar um refugiado. Ninguém deveria ter que suportar esta provação humilhante e árdua. No entanto, milhões o fazem. Mesmo um dos refugiados obrigados a fugir, um refugiado forçado a voltar para o perigo já é demais. Neste ano, no Dia Mundial do Refugiado, peço às pessoas em todos os lugares, para poupar um pensamento para os milhões de crianças, mulheres e homens que foram forçadas a deixar suas casas, que correm o risco de suas vidas, e que, na maioria dos casos, não querem nada mais do que voltar para casa ou começar de novo. Nunca vamos perder de vista a nossa humanidade compartilhada.”

Ban Ki-moon

Site oficial do ACNUR:

www.acnur.org.br

Anúncios

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s