Dia Mundial da Água (22/03/12)

Dia Mundial da Água (22/03/12)

Hoje em dia há 7 bilhões de pessoas para alimentar no planeta e até 2050 a expectativa cresce para 9 bilhões. As estatísticas dizem que cada ser humano bebe em média de 2 a 4 litros de água por dia, sendo que a maior parte desta água está contida nos alimentos que comemos. Para produzir, por exemplo, 1 Kg de carne, são consumidos 15,000 litros de água, enquanto 1Kg de trigo “bebe” 1,500 litros.

Quando 1 bilhão de pessoas no mundo já se encontra sobrevivendo sob pressão num estado crônico de falta de alimento e de água, não podemos fingir que o problema está em outro lugar. Assim, lidar com o crescimento da população e garantir o acesso a alimentos nutritivos para todos requer uma série de ações que nós podemos realizar para ajudar.

São elas:

– seguir uma dieta saudável e sustentável;

– consumir menos produtos que utilizam intensivamente água no processo de produção;

– reduzir o escandaloso desperdício de alimentos: 30% de todo alimento produzido no mundo nunca é comido, sendo a água utilizada para produzi-los desperdiçada!

– produzir mais alimentos, de melhor qualidade e com menos água.

Em todas as estapas da cadeia de suprimentos, desde os produtores aos consumidores, ações podem ser tomadas para assegurar água e comida para todos.

E você? Sabe realmente quanta água você consome todos os dias? Como você pode mudar sua dieta e reduzir a sua pegada ecológica da água? Junte-se ao dia mundial da água 2012 pela campanha “Água e Segurança Alimentar” e descubra muito mais…

Mensagem do Secretário-Geral Ban Ki-moon para o Dia Mundial da Água a ser Observado 22 de março:

“Como o mundo planeja um futuro mais sustentável, a interação crucial entre alimentos, água e energia é um dos maiores desafios que enfrentamos. Sem água não há Dignidade e não há escape da Pobreza. No entanto, o alvo da Meta de Desenvolvimento do Milênio para a água e saneamento está entre aqueles em que os Países estão mais atrasados.

Em pouco mais de uma geração, 60 por cento da população mundial estará vivendo nas cidades, com grande parte do aumento ocorrendo nas favelas urbanas e favelas do Mundo em Desenvolvimento. O tema deste ano do Dia Mundial da Água – “Água para as Cidades” – destaca alguns dos principais desafios deste futuro cada vez mais urbano.

A urbanização traz oportunidades para a gestão da água mais eficiente e um melhor acesso à água potável e saneamento. Ao mesmo tempo, os problemas são frequentemente ampliados em cidades, e estão ultrapassando atualmente nossa capacidade de encontrar soluções.

Durante a última década, o número de moradores urbanos que não têm acesso a uma torneira de água ou nas imediações de sua casa foi aumentou a um valor estimado de 114 milhões, e o número daqueles que não têm acesso a instalações sanitárias básicas subiu para em torno de 134 milhões . Este aumento de 20 por cento teve um impacto extremamente negativo na saúde humana e na produtividade econômica: as pessoas estão doentes e incapazes de trabalhar.

Os desafios da água ultrapassam as questões de acesso. Em muitos países as meninas são obrigadas a abandonar a escola devido à falta de instalações sanitárias, e as mulheres são perseguidos ou atacadas quando carregam água ou numa visita a um banheiro público. Além disso, os membros mais pobres e vulneráveis da sociedade na maioria das vezes têm pouca escolha além de comprar água de vendedores informais, a preços estimados em 20 a 100 por cento superior a de seus vizinhos mais ricos, que recebem água encanada da cidade em seus lares. Isso não é apenas insustentável, é inaceitável.

O problema da água será a figura principal na próxima Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, no Rio de Janeiro, em 2012 – Rio +20. Meu Painel de Alto Nível sobre Sustentabilidade Global e ONU-Água estão examinando maneiras em que podemos conectar os pontos entre a segurança energética, água e alimentos, com o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdade, gerando empregos e minimizando os riscos das alterações climáticas e do stress ambiental.

No Dia Mundial da Água, exortou os governos a reconhecer a crise da água urbana, por o que ela é – uma crise de governança, de má gestão e políticas fracas, ao invés de uma escassez. Vamos nos comprometer a reverter o declínio alarmante em favor dos pobres com investimento em água e saneamento. E vamos reafirmar nosso compromisso de acabar com o sofrimento das mais de 800 milhões de pessoas que, num mundo de abundância, ainda não têm água potável ou saneamento que eles precisam para uma vida digna e de boa saúde.”

Ban Ki-moon

Link Oficial

http://www.unwater.org/worldwaterday/

Anúncios

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s