Dia Internacional da Mãe Terra (22/04)

Dia Internacional da Mãe Terra (22/04)

A Mãe Terra é uma expressão comum usada para se referir ao planeta Terra em vários países e regiões, demonstrando a interdependência entre os seres humanos, outras espécies vivas do planeta e o planeta que habitamos. Por exemplo, na Bolívia a chamam de “Pacha Mama” e os nossos antepassados na Nicarágua se referiam a ela como “Tonantzin.”

A proclamação de 22 de abril como o Dia Internacional da Mãe Terra é um reconhecimento de que a Terra e seus ecossistemas fornecem-nos as vidas e o sustento de toda a nossa existência. Isso também significa reconhecer nossa responsabilidade, conforme estabelecido na Declaração do Rio de 1992, para promover a harmonia com a natureza e a Terra para alcançar um justo equilíbrio entre as necessidades econômicas, sociais e ambientais das gerações presentes e futuras.

Este ano, em junho, os líderes mundiais se reúnem na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20). As negociações vão se concentrar em duas questões principais: como construir uma economia verde para alcançar o desenvolvimento sustentável e tirar as pessoas da pobreza e como melhorar a coordenação internacional para alcançar o desenvolvimento sustentável.

Histórico

O mundo tem se mostrado lento para responder às emergências geradas pelo aquecimento global e os danos que nosso descuido está causando ao nosso planeta. Em 1972, quando os ambientalistas eram considerados um grupo marginal, se realizou em Estocolmo a primeira Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano. Isso representou o início de um processo de conscientização global sobre a interdependência entre os seres humanos, outras espécies vivas e nosso planeta.

O Dia Internacional da Mãe Terra promove uma visão do planeta como a entidade que sustenta todas as coisas que vivem na natureza. Especificamente honra à Terra como um todo e o nosso lugar nela. O Dia Internacional da Mãe Terra não se destina a substituir outros eventos como o Dia da Terra que é comemorado em muitos países desde a década de setenta, mas reforçar e reinterpretam com base nos desafios que enfrentamos.

Em 2009, em sua oitava sessão, o Fórum Permanente sobre Questões Indígenas solicitou aos relatores especiais prepararem um estudo sobre a implementação da resolução 63/278 da Assembleia Geral, tendo em conta, designadamente, a necessidade de respeitar e reconhecer os direitos da Mãe Terra. Na sua nona sessão, o Fórum Permanente sobre Questões Indígenas discutiu os resultados de estudo e trabalho para o estabelecimento de uma Declaração sobre os Direitos da Mãe Terra.

Mensagem do Secretário-Geral em Homenagem ao Dia Internacional da Mãe Terra 2012

“A celebração anual do Dia Internacional da Mãe Terra homenageia o nosso planeta, o único que dispomos, e o lugar que os seres humanos ocupam nele. Também se concebe como uma chamada à ação contra comportamentos humanos que não respeitam os recursos naturais e ecossistemas que suportam a vida.

Em apenas dois meses, o mundo se reunirá no Rio de Janeiro para a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável. O primeiro Encontro da Terra, realizada em 1992, legou grandes convenções juridicamente vinculativas, um plano de trabalho de longo alcance que se concretizou na Agenda 21, o marco e o conceito de desenvolvimento sustentável. A Rio +20 apresenta uma oportunidade que chega no melhor momento para empreender uma mudança semelhante,  que nos leve a um novo paradigma que é tão necessário, e a renovar os compromissos com as medidas de execução.

Nos próximos vinte anos o mundo precisará de pelo menos 50% mais alimentos …45% mais energia… 30% mais água … e milhões de novos empregos. Nosso desafio na Rio +20, e além, é adotar uma abordagem holística e integrada em relação a esses problemas entrelaçados – uma abordagem que se concentra nas inter-relações para que as soluções para um problema resultem em progresso em todos eles.

Nós temos escolhas difíceis pela frente, mas necessárias. Temos que obter um resultado que é prático e capaz de gerar transformações. Usamos a Rio +20 para promover um maior respeito pela natureza e a criação de um ambiente natural e social em que todas as crianças se sintam seguras e todas as pessoas possam prosperar. A Mãe Terra pertence a todos; A Rio +20 é uma dessas oportunidades que só se apresentam uma vez a cada geração e todos devemos aproveitar.”

Ban Ki-moon

Link Oficial

http://www.un.org/es/events/motherearthday/index.shtml

Anúncios

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s